terça-feira, 10 de setembro de 2013

PROP@GANEWS * A Síria precisa de você!



Muito bem, Prop@gadoreS!

A Portas Abertas, há mais de um ano, está envolvida em um trabalho de assistência a pessoas desabrigadas na Síria. Aos poucos reforçaram esse trabalho em todas as igrejas com as quais se tem parceria. Desde o início de 2001, o número de famílias socorridas aumentou para para 3.133 por mês.

Veja o vídeo e entenda melhor como os cristãos sírios precisam da nossa ajuda:



Contexto

A Síria foi durante muitos anos um país moderado no Oriente Médio. O regime do presidente Bashar al Assad, pertencente à minoria Alauita, é tolerante às minorias do país. Devido a essa liberdade, os cristãos podem se reunir nos templos das igrejas, realizarem cultos e praticarem a fé cristã. Isso não significa que os cristãos possam fazer o que quiserem. A maioria das reuniões é monitorada pela polícia secreta síria. Qualquer igreja que seja flagrada criticando ou pregando contra os governantes do país, logo terá problemas. 

Desde março de 2011 a situação no país mudou completamente. Quando o vento da Primavera Árabe começou a soprar na primavera de 2011 na Síria, causou rachaduras no governo. Manifestações públicas pela reforma e mais tarde contra o governo se espalharam pelo país e abertamente as pessoas se posicionaram contra Bashar al Assad.  O governo sírio reagiu de forma sangrenta à escalada do conflito que chegou ao nível de confronto armado que já causou a morte de aproximadamente 80 mil pessoas, muitos feridos, mais de 1,3 milhão de refugiados nos países vizinhos e mais de 2 milhões de pessoas desabrigadas.

Em muitas cidades há uma batalha feroz entre as tropas do governo e as da oposição. Ambos os lados do conflito são acusados de crimes de guerra. O assim chamado Exército Livre Sírio controla regiões do país, mas em alguns lugares os confrontos continuam. Acredita-se que combatentes jihadistas de todo o mundo estejam lutando ao lado dos rebeldes. Esses jihadistas têm, muitas vezes, uma agenda islâmica aberta.

Cristãos

Antes dos protestos começarem na Síria, estimava-se que 8% da população fosse cristã. Os cristãos estão agora entre duas partes do conflito. Por comporem uma minoria e serem tolerados pelo governo, os cristãos são vistos por alguns como ‘apoiadores’ de Assad. Especialmente pelos jihadistas que não dão lugar às pessoas com opiniões e crenças contrarias às suas. Alguns deles dizem: “a Síria é um país islâmico onde a Sharia (lei islâmica) deverá ser implantada e os cristãos deverão se mudar para outros lugares”. 

A Portas Abertas e o trabalho de campo

A Portas Abertas começou um trabalho de assistência na Síria em abril de 2012. No começo o foco eram as cidades de Damasco e Aleppo. Em 2013, a Portas Abertas está trabalhando junto com as igrejas locais em todo o país e já que o trabalho emergencial é realizado através destas, a maior parte dos donativos beneficiam diretamente os cristãos. Em primeiro lugar a Portas Abertas leva cestas básicas aos desabrigados. Paralelo a isso entrega remédios. Antes do inverno sírio distribui roupas de frio, em alguns casos ajuda famílias a pagar o aluguel de suas casas e distribui Bíblias aos refugiados.

Em todo o mundo a Portas Abertas tem fortalecido a Igreja em países onde não há liberdade religiosa e onde os cristãos são perseguidos. O objetivo da Portas Abertas é fazer com que os cristãos sírios  permaneçam em seu país.

Prop@gadoreS, nós temos liberdade para pregar o Evangelho de Cristo, enquanto nossos irmãos sírios estão pagando com a liberdade por exercer a missão imposta a todos nós.

A SÍRIA PRECISA DE VOCÊ! Clique no link abaixo para assinar o abaixo-assinado. É simples, apenas coloque seu NOME e E-MAIL, mais nada.


O corpo de Cristo é o conjunto de todos os cristãos; se um membro sofre, todo o corpo sofre!

Ore, assine e compartilhe.

Portas Abertas e Prop@gandoO em favor da Prop@gaçãO do Evangelho na Síria!

Geziel Gomes Barbosa
Pens@ndo e Prop@gandoO