sexta-feira, 6 de setembro de 2013

PROP@GACULT * A tempo e fora de tempo



Rejeitar convites, não atender o celular, desligar-se das redes sociais; Tudo isso pode ser uma ótima tentativa para as pessoas que querem renunciar alguns intentos da carne. Isto porque nos dias em que vivemos, a igreja cristã sofre com as infiltrações causadas pelo secularismo tão veemente e voraz.

O fato é que, infelizmente, muitos cristãos tem se desprendido de uma vida cristã integral para viver uma realidade ambígua agregada de valores distorcidos e contrários à santa palavra.

Haja vista que, na maioria das vezes encontramos relatos de cristãos que ressaltam a dificuldade em se viver integralmente para o evangelho nos moldes de Paulo; E em grande parte desses relatos não encontramos nenhum tipo de dor ou sofrimento que justifique essa dificuldade.

Lágrimas me saltam aos olhos quando rememoro um cristianismo marcado por dor, um cristianismo tão intensamente vivido que fora capaz de gerar mártires para a historia e que, mesmo entre paredes do coliseu, proclamava em alto e bom som sua fé e esperança vindoura.

Com isso, começo indagar quais seriam as dificuldades encontradas para se viver um evangelho íntegro e militante em dias como os nossos, sabendo que Felipe morreu apedrejado, Tomé foi lançado em uma fornalha de fogo, Pedro crucificado de cabeça para baixo e João ficou escravo na ilha de Patmos até os 90 anos, todos desprendidos da vida terrena e desesojos em galgar a coroa da vida eterna.

“Porque aquele que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, e quem perder a sua vida por amor de mim, achá-la-á.”
(Mateus 16:25)

Porém, ainda que houvesse o desafio da dor, a igreja de Cristo, conforme Paulo descreveu á Timóteo, sabia qual era o seu papel nessa esfera terrestre "Nenhum soldado se deixa envolver pelos negócios da vida civil, já que deseja agradar aquele que o alistou" (2 Timóteo 2:4)

Além disso, Pedro esclareceria "Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais que combatem contra a alma.” (1 Pedro 2:11).

O desprendimento ao secularismo e uma vida integra com Cristo era e é a um medidor de fé, pois requer sacrifício por parte daqueles que aceitaram ser chamados sacerdotes de Deus, visto que nas escrituras a ordenança é viver em Cristo integralmente, a tempo e em fora de tempo (2 Tm 4.2)
Será que temos vivido embasados no modelo cristão integral de ser? Será que estamos camuflados por roupagens obscuras do mundo secular ou nos encontramos revestidos com a armadura de efésios? Sua fé e amor por Cristo Jesus seriam suficientes para que você rejeitasse os desejos seculares dessa vida e vivesse inteiramente para Deus?



Se suas respostas refutam a cristandade integral e visceral que a palavra de Deus requer de nós este é o seu momento de se achegar a Deus... Ele te espera para viver com Ele.. Em todo o tempo... E em fora de tempo...