quinta-feira, 8 de agosto de 2013

PROP@GACULT * Na Alegria ou na Tristeza



Geralmente ao escutarmos essa expressão criamos a ideia de que se trata de um amor entre um homem e uma mulher, numa cerimônia religiosa a beira mar ou até mesmo entre as colunas de uma grande e luxuosa igreja.

Isto porque na maioria das mentes pulsantes e românticas, estar alegre ou sentir-se triste, está ligado direta ou indiretamente ao relacionamento entre duas pessoas.

O que pouco se sabe, ou melhor, o que pouco se é cantado nas canções exauridas de poesia é que a expressão “na alegria ou na tristeza” pode estar além do amor cortês. Você já parou pra pensar em quantas pessoas passam por sua vida? Já pensou em quantos sentimentos e sensações diversas elas movem dentro de você? Existem aquelas que passam, outras
ficam por um tempo e algumas permeiam sua vida pro resto dela.

Sabe por que isso acontece?
Isso acontece como prova de que Deus possui um plano perfeito quando nos relacionamos aqui na Terra e isso se estende inclusive ao amor “Philos” que aflora nossa alma quando encontramos alguém que podemos chamar “amigo” 

Nas palavras de Paulo em 1 Coríntios 13 podemos notar que o amor vai alem de todas as coisas. Como os cristãos de Corinto preocupavam-se muito em ponderar preceitos como, quem era o mais sábio ou espiritual, a preocupação de Paulo foi mostrar-lhes que sem AMOR nada disso era proveitoso.

Você consegue entender então o que é amar na alegria ou na tristeza? Se ainda não esta claro pra você, a historia de Jonatas e Davi pode ajudar-lhe a compreender. Como conta o livro de 1 Samuel no capítulo 2, a amizade entre Davi e Jonatas faz menção ao versículo 24 do capitulo 18 de provérbios que afirma a existência do amigo mais chegado que um irmão.

Esse texto de provérbios exprime exatamente o que Davi e Jonatas tornaram-se um para o outro uma vez que, ao lermos 2 Samuel, compreenderemos que graças a essa leal e sincera amizade a vida do futuro rei de Israel foi poupada. Está ai uma prova de que Deus estabelece propósitos ate mesmo para amigos aqui na Terra.

O fato é que analisando Jonatas apenas como um dos filhos de Saul, Davi devesse temer ou ate mesmo fugir de seus conselhos e orientações visto que Saul possuía planos funestíssimos contra a vida de Davi Você seria amigo do filho do seu maior inimigo? Confiaria sua vida a ele? Seria capaz de ama-lo mais do que a seus próprios irmãos? 

Pois bem, Davi foi capaz disso, e sabe por quê? Porque o verdadeiro amor tudo crê (1 Co 13.7) Confiar, ser capaz de perdoar e amar, só é capaz quem acredita no valor de um amigo. Só é capaz de sentir o que Davi sentiu, os que realmente entendem o que está escrito em PV 17:17 “ Em todo tempo ama o amigo e na angustia nasce um irmão”.

Felizes são esses que amam na alegria ou na tristeza, que não tem vergonha de dizer  “ eu te amo” a um amigo e que se satisfazem ao ganhar um abraço de aniversario. Confiar e amar alguém só se torna difícil para aqueles que não compreendem os propósitos de Deus e que não vivem segundo Seu coração como Davi viveu, por isso que amar e confiar em Jonatas foi tão fácil.

Portanto, para aqueles que entenderam que amar na alegria ou na tristeza já fora dito pelo apostolo Paulo e que é possível sim amar um amigo em todo tempo, a vida terá um novo sabor. Você não precisará mais esperar a vida toda para proferir essas palavras no altar, basta se lembrar de
que você já tem alguém... Um amigo...